Vermes do vinagre: preparo, manutenção, colheita e oferta a alevinos de bettas

Material necessário

  1. um vidro grande de boca larga e com tampa (bem limpo e sem qualquer cheiro);
  2. uma peneirinha feita com tela de silkscreen de 180 fios. Recomendamos um diâmetro mínimo de 6 cm para essa peneirinha;
  3. um recipiente (desses utilizados para servir ketchup);
  4. um copo de vidro bem limpo e sem qualquer cheiro.


Início e/ou manutenção da cultura de vermes do vinagre

Despeje o conteúdo de uma embalagem de vinagre de maçã no vidro grande, e depois de esvaziado, encha-a novamente com água limpa e sem cloro, e misturar ao vinagre. Teremos, assim, uma mistura dentro do vidro, meio-a-meio, de vinagre e água limpa, e sem cloro.

Adicionar a essa mistura uma maçã pequena cortada em rodelas finas sem caroço – pode-se manter a casca, desde que bem lavada. De preferência, essa maçã deve ser daquelas que se decompõem com facilidade – meio macias, mais farelentas.

Aconselho a marcar no vasilhame de vidro, que deverá estar bem seco por fora, com uma caneta especial (e própria para escrever nesse tipo de superfície), o nível de líquido da mistura vinagre e água.

Quanto à iluminação e temperatura ambientes, o bom senso recomenda um local fresco, com iluminação natural, sem receber sol diretamente.

Uma vez que a mistura esteja com as fatias de maçã, derrame o líquido com a cultura (ou cepa) no frasco com a mistura.

Pontos importantes:

  • não ficar mexendo na cultura;
  • depois de prepara-la, esqueça-se dela;
  • olhe no máximo uma vez por dia, somente para ver como está o progresso da mesma;
  • é desnecessária a medicação de pH, durezas ou outro parâmetro físico-químico;
  • é necessário quase uma semana para estar apta à primeira colheita;
  • a cultura, se mantida corretamente, pode perdurar uma vida inteira;

Após alguns dias, a população de vermes no frasco tende a aumentar muito, e visualmente você verá uma “nuvem” em suspensão, em todo o líquido. Aí, você saberá que a cultura estará apta à colheita.

É importante, após certa quantidade de colheitas, fazer a reposição da mistura água + vinagre de maçã no frasco da cultura. Isto garante que, mesmo com o aumento da população, haja propagação e qualidade na cultura de vermes do vinagre.

Colheita e lavagem dos vermes do vinagre

Há diferentes maneiras para a colheita de vermes do vinagre. Uma delas, simples e eficaz, consiste na utilização de um recipiente limpo de ketchup (ou similar) – está na lista de materiais deste artigo.

Aperte o frasco de ketchup para que parte do ar que está dentro do frasco saia. Após, encoste o bico deste frasco na “nuvem” de vermes do vinagre que fica flutuando junto à superfície. Por fim, alivie a força sobre o frasco de forma a sugar os vermes por meio do enchimento deste frasco, desta vez com a mistura água+vinagre, juntamente com os vermes capturados.

Posicione a peneira de nylon, lavada e molhada previamente (é importante molhá-la antes!), no bocal do frasco dos vermes e, vagarosamente, aperte o frasco de ketchup de forma a despejar o líquido com os vermes sobre o tecido da peneira: a mistura retornará à cultura e os vermes serão retidos na peneira. Veja a ilustração, abaixo.

A mistura de vermes do vinagre é ácida. Por isso, estes devem ser lavados para que a mistura remanescente que fica em volta de seus corpos possa ser eliminada. Para isso, lava-se os vermes do vinagre da seguinte forma:

  1. abra uma torneira (de pia, por exemplo) com o fluxo contínuo de água na menor vazão possível, mantendo somente um filete de água;
  2. coloque a peneira com os vermes neste filete de água, permitindo sua passagem pela malha, lavando os vermes do vinagre;

Com os vermes agora lavados, pegue um pouco de água do aquário (por meio de um copo) onde estão seus alevinos. Pegue um segundo copo, incline a peneira e despeje a água do frasco (ou copo) sobre a peneira, movendo os vermes para dentro deste segundo copo. Na imagem a seguir é apresentado o procedimento.

Servindo-os aos alevinos

No caso de uma ninhada de bettas, com os vermes do vinagre lavados e transferidos para o segundo copo, utilize uma colher, ou conta-gotas, e pingue-os sobre o ninho, em torno deste e nas redondezas para que os alevinos possam caça-los, e se alimentar.

Boa sorte com sua cultura!